quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Resenha: Não se apega, não.

Bom dia, amores! A resenha de hoje é sobre um dos meus livros preferidos: Não se apega, não. Na minha concepção toda garota deveria ler esse livro. Ele é um daqueles livros que te dá um soco no estomago, sabe? Ainda mais se você estiver sofrendo com um coração partido.
A escritora Isabela Freitas ficou famosa através de seu blog, onde ela começou a postar textos de sua autoria, a maioria sobre desapego. Foram esses textos que a deixaram conhecida e fizeram com que ela desse início ao seu livro. Não se apega, não trata-se de um livro de autoajuda, onde a autora dá dicas sobre desapego enquanto narra a história da personagem Isabela. A personagem principal do livro possui o mesmo nome da autora, o que nos leva a perceber que o livro é sobre a própria autora. Bom, vamos logo a história. O livro começo com as 20 regras do desapego e cada capítulo tem uma frase citando algo sobre desapego, algumas um pouco indiretamente.
Isabela acabou de terminar um namoro com o "boy magia" que todos seus familiares, amigos e conhecidos admiravam e com quem julgavam que nossa personagem tinha "o namoro perfeito". Para as meninas o ex-namorado de Isabela era um príncipe, enquanto para os garotos ele era uma inspiração. Mas para a própria Isabela ele havia deixado de aparentar tudo isso á algum tempo já. 
O que eu acho interessante na história da personagem é que ela é uma garota normal, sabe? Com problemas normais, tudo normal. Não há nada de especial nela, nem na história dela. Assim como ela várias garotas são iludidas por um cara otário em quem outros caras otários também se inspiram. E assim como esse namoro, existem vários por aí e inúmeras garotas morrendo de medo de colocarem um fim. Enquanto do lado de fora há gente que assiste tudo e ao mesmo tempo não vê nada, não vê como a vida do casal é conturbada, como a garota não está infeliz ou o quanto o garoto está de saco cheio de fingir algo sem sentir. 
Todo o livro em si, como o próprio nome diz, gira em torno de se "desapegar". Isabela vai nos contando história algumas engraçadas, outras trágicas. Mas todas de um certo modo narrando a solidão, e uma luta invisível sobre como se desapegar de coisas que não nos fazem bem. Mantendo apenas as coisas boas por perto.
É um livro bastante fácil e gostoso de ler. Eu que sempre tive um certo preconceito com livros de autoajuda, fiquei completamente apaixonada por Não se apega, não e como disse no começo do post: acredito que toda garota precisa ler esse livro, ou ao menos um capítulo dele. Porque ele é simplesmente incrível. Mas claro, lembrando que todas as situações narradas pela Isabela, as regras e os conselhos não são nenhuma "formula" da felicidade, nem nenhuma receita para ter um relacionamento perfeito ou tampouco para você conseguir finalmente deixar de pensar naquele garoto que tanto te faz de otária. Até mesmo porque essas coisas não possuem receitas, nem dependem do que um livro diz, mas sim de você mesma. O livro só te ajuda a colocar algumas ideias no lugar, caso esteja precisando pensar.

3 comentários:

  1. Fiquei bastante curiosa sobre esta obra e acredito que irei conferir e tirar minhas próprias conclusões assim que tiver a oportunidade!!

    Gi,
    http://alemdoscaracoisdosmeuscabelos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho certeza de quê não irá se arrepender, Gi! ;)

      Excluir